PR: vereadores querem cassar título de cidadão honorário de Pizzolato
2013-12-10 00:00:00

Vereadores da cidade de Toledo, a 539 quilômetros de Curitiba, querem revogar o título de cidadão honorário da cidade concedido ao ex-diretor de marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato, condenado no processo do mensalão e considerado foragido da Justiça brasileira. "A manutenção deste título denigre a imagem da população toledana que preserva os valores de integridade e moralidade", defende o vereador Neudi Mosconi (Solidariedade), um dos autores do projeto de lei que entrou em discussão no plenário na noite de segunda-feira. Se aprovado, será a primeira vez que um título de cidadania será revogado na cidade.

Confira o placar do julgamento voto a voto
Conheça o destino dos réus do mensalão
Saiba o que ocorreu no julgamento dia a dia
Mensalãopédia: conheça os personagens citados no julgamento
Mensalão Kombat: veja as 'batalhas' entre Barbosa e Lewandowski

Mosconi espera que o projeto entre na pauta de votação até dezembro. Ele diz contar com apoio de 13 dos 19 vereadores que integram o legislativo toledano. "Só devem votar contra os vereadores da base de apoio do atual prefeito eleito com apoio do PT local", afirmou o vereador. O atual prefeito de Toledo, Beto Luttini (PMDB), foi eleito por uma coligação envolvendo PT, PDT,PSC, PSDC, PPL. PMDB e PC do B.

MyPassion
Afonso

Jornalista ……

Comentários.
  • MyPassion

    Adiministrador
    12 de Janeiro, 2013

    Comentario algum de natureza ilegal ou ofensiva será publicado.
    • KwywGvsi
      2016-05-19

      I never mentally paired Dior and Mila before, but I must say, seeing this now, it really is a colloboratian that works beautifully to the advantage to the brand and the gorgeous actress
      .

      dBAYaD5mV
      2016-07-02

      c'est super de voir tant de mobilisation.je ne participerai pas à votre petit jeu, mais je suis une des "boite aux lettres" de give your scrap. celle de l'allier ^^et j'espère que je recevrai beaucoup, beaucoup de cartes à di.esib
      .
Deixe um comentário.